Como obter retorno rápido de investimento

Todo mundo que é empresário já sabe: ter lucro exige muito esforço e dedicação.

Mesmo assim, o retorno do capital investido nem sempre ocorre dentro do prazo esperado e deve-se entender que isso faz parte do mundo dos negócios.

E as franquias?

Para franquias com modelos operacionais testados pelo mercado, as coisas podem ser um pouco diferentes.

O fato da empresa já possuir estratégias de atuação aplicadas a todas as unidades da rede geralmente facilita o cálculo do tempo de recuperação do insumo.

Além disso, existem redes que garantem esse retorno em prazos que não ultrapassam um ano a partir da inauguração do projeto.

 

Essas são franquias de retorno rápido.

De modo geral, franquias de retorno rápido são aquelas com menor investimento inicial na abertura de um negócio.

 

Por exemplo, micro-franquias, franquias de baixo custo e franquias de baixo custo geralmente têm prazos de 3 a 18 meses.

 

Segundo levantamento da Associação Brasileira de Franquias (ABF), 29% das redes de franquias afiliadas afirmam que leva de 12 a 18 meses para um investidor receber uma contribuição de sua empresa.

Entre as marcas que também atuam como micro-franqueadas, o mesmo índice sobe para 41% no formato básico de operação.

 

A DinDin Pag, sai na frente em relação a custo para seu crescimento, se você gostaria de conhecer e encontrar o material desta grande franquia  Clique aqui.

 

Porém, de acordo com estudos de redes que atuam exclusivamente no formato de micro-franquia, 33% garantem que o retorno do investimento será entre 6 e 12 meses após a abertura da empresa.

E 39% afirmam que a duração estimada é a mesma das franquias regulares: de 1 a 1,5 anos.

Para o diretor de inteligência de mercado da ABF, Cláudio Tieghi, faz sentido que quanto menor a contribuição inicial, menor o tempo de recuperação.

No entanto, deve-se prestar atenção aos detalhes das operações e aos resultados do negócio.

Como o “payback” é calculado?

O reembolso nada mais é do que uma tradução em inglês para um retorno do investimento.

Segundo a ABF, cabe às redes de franquias comunicar o tempo de retorno esperado.

No entanto, o investidor deve avaliar as condições e como deve operar para que o prazo estimado seja de fato o fornecido pela franquia.

Além disso, a seleção do ponto de venda, market timing e / ou segmento, além de sacrificar o franqueado e aderir às regras e estratégia da franquia, também são essenciais para que o retorno ocorra no prazo esperado.

Para o especialista em franquias e consultor do fundador da GSPP, André Luis Soares Pereira, o retorno do investimento deve ser calculado utilizando a seguinte relação: investimento total dividido pelo resultado líquido mensal.

 

“Esse número ganha credibilidade assim que as informações estão de acordo com o plano de negócios apresentado pela franqueadora”.

 

Isso significa que os dados fornecidos pelo franqueador, como possível faturamento mensal, custos e outros orçamentos, serão importantes no cálculo do retorno do investimento inicial.

 

Em qualquer caso, o consultor aconselha o potencial franqueado a não se preocupar tanto com o período de retorno do investimento, mas a focar nos resultados de sua franquia.

 

Se você se interessou e tem vontade de ter um negócio com alta rentabilidade e baixo custo operacional  Clique aqui faça o download do material e saiba mais.